Classificação de risco - aumentando a segurança dos pacientes

A classificação de risco é uma ferramenta utilizada em pronto atendimentos para avaliar e identificar pacientes que necessitam de atendimento prioritário de acordo com seu estado clínico. Ela deve ser realizada por um profissional devidamente capacitado e permite a priorização do ponto de vista técnico e científico e não por ordem de chegada como feito antigamente.
 
Com isso os hospitais aumentam a segurança operacional, evitando que pacientes em risco deixem de ser atendidos prioritariamente devido à burocracias ou falta de sensibilidade dos funcionários da recepção (que não são treinados para isso) identificarem o problema.
 
A Vector desenvolveu o módulo de Classificação de Risco, com base no modelo do Protocolo de Manchester que é amplamente utilizado no Brasil.
 
Com a ferramenta, é possível registrar e tomar decisões de maneira rápida e precisa, melhorando o tempo de atendimento aos pacientes mais graves.
 
Toda a operação pode ser feita através de computadores, tablets e até smartphones.
 

Caso queira saber mais, entre em contato com nossos consultores e agendaremos uma apresentação.

Saiba mais sobre classificação de risco aqui